Comportamento

WhatsApp é a principal fonte de informação dos brasileiros, aponta pesquisa

Especialista em Marketing Digital explica os motivos da preferência pelo aplicativo


Das agências | 11/01/2020 | 06:00


Pesquisa mostra o Whatsapp como principal ferramenta de acesso à informação atualmente | Foto: Divulgação

Um aplicativo gratuito, funcional, de uso intuitivo e com recursos interessantes para pessoas e empresas. Essas podem ser algumas das respostas para a pesquisa realizada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado, que revelou o WhatsApp como principal fonte de informação dos brasileiros. Nela, 79% dos entrevistados afirmaram receber notícias por meio da rede.

O WhatsApp possui mais de 136 milhões de usuários no Brasil e é tão popular quanto o Facebook. “Essa ferramenta é tão importante que já é até instrumento de trabalho. Nos dias em que apresenta erros, os usuários ficam desesperados”, afirmou a professora de Marketing Digital do Centro Universitário Internacional Uninter, Maria Carolina Avis.

Para a especialista, o sucesso do aplicativo está na comunicação, que é pessoal e cada vez mais próxima. “A verdade é que pessoas acreditam em pessoas, o aplicativo acaba sendo uma fonte de informação confiável, embora saibamos que as fake news são facilmente distribuídas por lá também.”

As mídias sociais são versáteis e estão em constante transformação, por isso, não há como garantir a preferência do público por muito tempo. “Como existem muitos escândalos de compartilhamento de dados pela empresa Facebook, que operacionaliza o WhatsApp, pode ser que nos próximos anos as pessoas passem a usar com mais frequência outras redes sociais. Já existe o Telegram que é muito parecido com o Whats, mas a adoção ainda é muito tímida no país”, afirmou a docente.

Depois do Whatsapp, conforme a Agência Brasil, outras fontes foram citadas, misturando redes sociais e veículos tradicionais na lista dos locais onde os brasileiros buscam se atualizar. Apareceram canais de televisão (50%), a plataforma de vídeos Youtube (49%), o Facebook (44%), sites de notícias (38%), a rede social Instagram (30%) e emissoras de rádio (22%). O jornal impresso também foi citado por 8% dos participantes da sondagem e o Twitter, por 7%.

No caso da televisão, o percentual foi maior entre os mais velhos: 67% dos consultados com mais de 60 anos disseram se informar sempre por esse meio, contra 40% na faixa entre 16 a 29 anos.

Já o Youtube apareceu como mais popular entre os mais jovens. Os que afirmaram ver vídeos sempre na plataforma chegaram a 55% na faixa de 16 a 29 anos, contra 31% entre os com 60 anos ou mais.

No caso do Instagram, a diferença é ainda maior. Entre os jovens, 41% relataram buscar informações sempre na rede social. Já na faixa dos 60 anos ou mais, o índice caiu para apenas 9%.

A pesquisa também avaliou os hábitos dos entrevistados nas redes sociais. O tipo de ação mais comum foi a curtida de publicações, ato realizado sempre por 41% dos participantes da sondagem. Em seguida, vieram compartilhamento de posts (20%), publicar conteúdos (19%) e comentar mensagens de outros (15%).

MÉTODO

A pesquisa ouviu 2.400 pessoas com acesso à internet em todos os estados e no Distrito Federal. As entrevistas foram feitas por telefone no mês de outubro.

A amostra foi composta de modo a buscar reproduzir as proporções da população, como as de gênero, raça, região, renda e escolaridade. Segundo os autores, o nível de confiança é de 95%, com margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.


COMENTÁRIOS

Mais Lidas no mês


Saúde

Batatais proíbe crianças e famílias em supermercados a partir de hoje

Secretaria da Saúde indica que apenas uma pessoa da família vá às compras

Comportamento

Na quarentena e com o carro parado? Veja cuidados que você deve ter com seu veículo

Mudar a posição do carro para que a cinta metálica que faz parte da estrutura do pneu não se deforme é uma das dicas

Cultura

Previsto para junho, João Rock 2020 é adiado devido à pandemia

Um dos maiores festivais de música do país anunciou nova data de sua 19ª edição

Mais sobre Comportamento

Comportamento

Na quarentena e com o carro parado? Veja cuidados que você deve ter com seu veículo

Mudar a posição do carro para que a cinta metálica que faz parte da estrutura do pneu não se deforme é uma das dicas

Comportamento

Pedras, glitter e cor neon são as tendências de maquiagem para a folia; saiba se preparar

Maquiadora profissional dá dicas de como brilhar nos dias de folia carnavalesca

Comportamento

Empresa de cosméticos apresentará tendências em cabelo e maquiagem em Batatais

Evento será realizado pela OceanHair e acontece neste domingo

Comportamento

Cai a taxa de natalidade de Batatais; nascimentos vêm diminuindo em todo o Estado

Região Metropolitana de São Paulo responde por metade dos nascimentos ocorridos no Estado



Copyright © 2020 - BATATAIS 24h | Todos os direitos reservados.


É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo em qualquer meio de comunicação sem prévia autorização.



Byte Livre